Por: Terra
23/01/2021 - 07:10:35

O lote dessa vacina - que era a aposta inicial do governo para deflagrar o plano de imunização - atrasou uma semana para chegar ao País

Foto: Willian Moreira / Futura Press

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria, junto com o embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, recepcionaram as doses.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia autorizado ainda no domingo o uso emergencial dessas doses da vacina, fruto de uma parceria firmada com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)..

O lote dessa vacina - que era a aposta inicial do governo federal para deflagrar o plano de imunização - atrasou uma semana para chegar ao País, segundo os planos iniciais do governo..

Segundo a Fiocruz, após os trâmites alfandegários, as vacinas vão seguir diretamente para o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro para desembarque e trajeto até a fundação..

Após o aval da Anvisa no domingo, o Brasil iniciou a vacinação contra covid-19 em caráter emergencial com o uso inicialmente de 6 milhões de doses da chinesa CoronaVac.

Nesta sexta, o órgão regulador autorizou o uso emergencial de outros 4,8 milhões de doses da vacina chinesa, que foram envasadas no país pelo Instituto Butantan.

Chegada ao Brasil das 2 milhões de doses das vacinas importadas da Oxford/AstraZeneca, vindas da Índia em um voo da Emirates

Foto: Willian Moreira / Futura Press


Enquete

De quem é a culpa do aumento do combustível?




VOTAR PARCIAL