Por: Redação, com G1
04/12/2021 - 08:49:07

A Justiça concedeu liberdade provisória a uma mulher que mantinha a filha, uma adolescente de 13 anos, e um bebê em cárcere privado, em Salvador. O nome dela não foi divulgado. O bebê não era filho dela, mas de um casal que não tem nenhum grau de parentesco com a investigada. A identidade do casal também não foi revelada.

A mulher foi presa na terça-feira (30) e autuada em flagrante por cárcere privado, abandono de incapaz e abandono moral. O bebê foi encontrado com a genitália lesionada e tinha sinais de desnutrição. Por isso, chegou a ser hospitalizado em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A adolescente foi encaminhada para um abrigo, sob assistência do Conselho Tutelar.

O bebê e a adolescente foram resgatados na localidade da Polêmica, no bairro de Brotas, quando já estavam havia cinco dias trancados na residência, com muita sujeira e em situação precária. Horas depois, a investigada se apresentou na Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), onde foi detida.

Em depoimento à polícia, a adolescente contou que era agredida física e psicologicamente pela mãe, que chegou a tentar coagi-la antes de prestar depoimento. Disse também que a mãe é usuária de drogas e que já tinha sido trancada em casa anteriormente.

Foto: Reprodução/Internet

Enquete

Para você, o aumento dos combustíveis é responsabilidade de qual governo?




VOTAR PARCIAL