Por: Estado de Excelência
07/03/2024 - 21:07:47

Valéria Loureiro da Silva é coordenadora do Centro de Competência Embrapii em Tecnologia Quântica

Da tecnologia à ciência, da medicina à engenharia, as mulheres estão desafiando estereótipos e inspirando mudanças significativas. Nos corredores das instituições de ciência e tecnologia há uma miríade de mulheres liderando projetos de inovação tecnológica, trazendo novas perspectivas e soluções para desafios complexos. Suas jornadas não são apenas inspiradoras, elas quebraram barreiras de gênero e demonstraram a capacidade das mulheres de liderar e transformar indústrias inteiras.

Valéria Loureiro da Silva é uma das precursoras da fibra óptica no Brasil e, aos 60 anos, acaba de assumir mais um grande desafio para o desenvolvimento nacional. Ela é coordenadora do novo Centro de Competência Embrapii em Tecnologia Quântica, criado em 2023, com o objetivo de colocar o Brasil no mapa mundial das pesquisas quânticas, área considerada tecnologia de fronteira. Valéria, juntamente com outras pesquisadoras brasileiras, mostra que a alta capacidade feminina para a inovação tem vencido as barreiras da desigualdade de gênero para que alcancem cargos de destaque e liderança.

O Centro de Competência Embrapii em Tecnologia Quântica irá promover pesquisas que vão ajudar o Brasil a se tornar referência nacional e internacional na área. Valéria lidera uma pesquisa envolvendo segurança de dados por meio das tecnologias quânticas. “Já temos algumas pesquisas teóricas sobre o assunto, mas aplicação e experimentação ainda não temos e iremos colaborar para a área de comunicação quântica no país”.

Na prática, isto quer dizer que as pesquisas de Valéria e sua equipe contribuirão para a segurança de dados nacionais e impedirão que os ataques de hackers tenham sucesso, protegendo sistemas de informações de empresas, indústrias e locais extremamente importantes e sigilosos. Hoje em dia, são os Estados Unidos, Europa, China, Japão e Coreia do Sul que dominam este terreno. “Queremos que o Brasil se sobressaia neste quesito, também, e queremos proteger os nossos dados mais valiosos”, afirma a pesquisadora. 

Valéria é uma das pioneiras no estudo e desenvolvimento de sistemas de transmissão por fibra óptica com múltiplos canais utilizando amplificação óptica que, hoje, são amplamente utilizados no mundo. Essa experiência é importante para levar as tecnologias quânticas, que transmitem luz por fibras ópticas, do laboratório de pesquisa para o mundo.


Enquete

Itagimirim: 2024 é ano de eleição municipal. Você votará para reeleger atual prefeito ou eleger outro (a) candidato (a)?




VOTAR PARCIAL