Por: Eric Barbosa
16/01/2024 - 19:36:14

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a frequência ideal de higienização dos cabelos. Entenda a seguir quais aspectos pessoais influenciam nessa decisão.

É muito comum a busca por verdades universais que funcionem da mesma forma para todo mundo.

Isso geralmente ocorre quando o assunto é se devemos lavar o cabelo todos os dias ou não, com alguns defensores de intervalos entre as lavagens e outros que defendem que é necessário lavar o cabelo todos os dias sem falta.

Entretanto, a frequência ideal de lavagem do cabelo vai depender de diferentes fatores individuais.

O que influencia na frequência de lavagem dos cabelos?

A frequência com que se deve lavar o cabelo varia de acordo com aspectos muito pessoais que vão desde o tipo de cabelo até os hábitos diários.

Tipo de cabelo

Um primeiro aspecto que vai impactar a frequência adequada para higienização capilar é o tipo de cabelo.

Os cabelos mais secos e ressecados, como os cabelos crespos e afros, devem ser higienizados com intervalos maiores, pois há uma menor produção sebácea e ela não é bem distribuída no comprimento do fio.

Já quem tem tendência a cabelos oleosos vai se beneficiar de uma maior frequência de lavagem, garantindo a remoção do excesso de sebo que se concentra no fio.

Couro cabeludo

Pessoas com condições inflamatórias no couro cabeludo, como dermatite seborreica (também conhecida como caspa), vão se beneficiar de rotinas de lavagem mais frequentes.

Nesses casos, a falta de higienização leva ao agravamento do quadro e dos sintomas, como coceira, formigamento e até lesões no couro cabeludo.

Oleosidade

Como visto, pessoas com muita tendência à oleosidade capilar devem se atentar para uma lavagem mais frequente, removendo o excesso de sebo que causa danos ao cabelo e uma aparência sebosa que é esteticamente incômoda. 

Hábitos

Os hábitos diários também vão influenciar a rotina ideal de higienização do cabelo.

Pessoas que fazem atividade física mais intensa, especialmente ao ar livre, por exemplo, precisam lavar o cabelo com mais frequência para evitar o depósito de suor e sujeiras.

Acúmulo de suor, sujeiras e resíduos

Existem diferentes práticas cotidianas que podem levar ao aumento do acúmulo de suor, sujeira e outros resíduos no couro cabeludo, demandando uma rotina de higienização mais assídua.

Algumas pessoas, por exemplo, têm tendência a suar no couro cabeludo, sendo que mesmo atividades leves no dia a dia resultam na sensação de cabelo sujo e pegajoso.

Se você fizer uso de piscina ou frequentar a praia com frequência, também vai precisar ajustar a rotina de higienização do cabelo para não dormir com o cabelo sujo, o que é danoso à saúde capilar.

Em alguns casos, só o fato de usar boné ou capacete por extensos períodos do dia levam ao suor do couro cabeludo e vai demandar mais lavagens.

Portanto, esses aspectos devem ser avaliados individualmente de acordo com a rotina de cada um.

Comprimento capilar

Para pessoas com cabelo longo a rotina de lavagem também pode ser alterada. Nesses casos, o comprimento do fio tende mais ao ressecamento, pois os óleos naturais não se espalham da mesma forma.

Além disso, um cabelo mais comprido também vai demandar mais tempo para lavar e secar, o que pode tornar essa prática inviável em bases diárias.

Procedimentos químicos

Para pessoas que recorrem aos procedimentos químicos, seja alisamento ou coloração, a rotina de lavagem também costuma ser mais espaçada.

Esses cabelos tendem ao ressecamento devido à exposição aos agentes químicos que danificam a cutícula do cabelo, o que já contraindica uma lavagem mais frequente.

Mas além disso, a lavagem acelera a eliminação dos produtos químicos, o que reduz a vida útil dos procedimentos capilares.

Portanto, a decisão quanto a lavar os cabelos diariamente ou não vai depender da avaliação individualizada desses diferentes fatores, encontrando uma frequência que funcione na sua rotina e com o seu tipo de cabelo.

Como lavar o cabelo corretamente?

Além da frequência de lavagem também é comum ter dúvidas quanto à forma correta de higienizar os cabelos. Algumas recomendações incluem:

  • use dermocosméticos capilares específicos para o seu tipo de fio;

  • use água fria ou, no máximo, morna;

  • aplique o xampu apenas no couro cabeludo, deixando que a espuma limpe o comprimento do cabelo que concentra menos óleos;

  • só lave o cabelo com xampu duas vezes seguidas se expressamente recomendado pelo seu dermatologista;

  • aplique o condicionador apenas no comprimento do cabelo e não no couro cabeludo;

  • remova totalmente os resíduos dos produtos usados durante a lavagem;

  • finalize a lavagem com água fria para selar as cutículas.

É importante saber que, durante o banho, é mais comum que haja queda de cabelo. Entretanto, isso não altera a média natural de perda de cabelo, que varia de 100 a 150 por dia.

Se achar que seu cabelo está caindo muito durante a lavagem, não é recomendado reduzir a frequência, pois o que vai acontecer é concentrar a queda em menos dias, o que dará uma impressão de agravamento do quadro.

Encontrar uma rotina ideal de lavagem do cabelo é importante para reduzir a queda de cabelo, mas a assistência especializada para identificar as causas é fundamental para resultados mais satisfatórios.

 

 


Enquete

Itagimirim: 2024 é ano de eleição municipal. Você votará para reeleger atual prefeito ou eleger outro (a) candidato (a)?




VOTAR PARCIAL