Por: BN
20/06/2020 - 20:31:57

Com boa parte das escolas fechadas, os pequenos estão em casa com a família e também precisam enfrentar os desafios desse período. Enquanto alguns pais ainda precisam trabalhar fora e não têm com quem deixar os filhos, outros precisam conciliar a rotina de home office com as necessidades das crianças.

Neste cenário de caos e incerteza, cabe aos pais ou responsáveis adaptar o dia a dia das crianças de acordo com a nova realidade. Dependendo da idade é importante também conversar sobre o que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Confira as orientações de Tatiana Pimenta, CEO e fundadora da Vittude plataforma que conecta psicólogos e pacientes.

Como lidar com as crianças na quarentena?

Medo, angústia e ansiedade são as palavras da vez. Todo mundo está preocupado com um parente no grupo de risco ou com a situação econômica do país. Muitos pais estão confusos e não sabem como lidar com as crianças na quarentena. É claro que cada ambiente familiar tem as suas peculiaridades, mas existem algumas recomendações gerais, principalmente no que diz respeito à abordagem do assunto e à rotina dos pequenos.

Prepare-se emocionalmente

Muitas pessoas estão passando por picos de ansiedade e estresse por conta de todo o contexto de pandemia do coronavírus. Para que a abordagem do assunto não seja traumática para a criança, certifique-se de que você está apto para falar sobre o tema sem chorar ou demonstrar muito desespero.

A criança deve sentir confiança em suas palavras e não ficar mais apavorada.

Estruture o roteiro da conversa

Outra dica importante é não começar a conversa sem saber o que falar, pois dessa forma você pode acabar repassando informações desconexas e transmitir muita ansiedade. Se possível, antes de começar o papo organize as ideias na cabeça para falar apenas o necessário para a criança.

Tenha uma conversa aberta e franca

É importante ser honesto, ou seja, falar a verdade, mas de uma maneira que a criança entenda. Se necessário, utilize histórias ou desenhos para ajudar na explicação e torná-la mais didática.

Considere que se a criança ficar doente você deverá explicar que ela precisará ficar em isolamento em casa ou no hospital, pois é mais seguro para a saúde de todos. Tranquilize suas angústias, reforçando que é o momento de cuidarmos uns dos outros e que juntos todos sairemos com saúde da situação.

Filtre as informações

Tenha em mente um ponto super importante: poupe as crianças do excesso de informações fornecidas pela mídia, sobretudo televisiva, com expressões dramáticas, polêmicas desnecessárias e com um conteúdo muito aquém da compreensão delas.

Como entreter as crianças durante a quarentena?

Quando o assunto é como lidar com as crianças na quarentena, muitos pais estão se descabelando por conta da suspensão das aulas como uma medida para ajudar a conter a disseminação do coronavírus.

Os contextos são muito diversos. Algumas famílias vivem em residências muito pequenas, de apenas dois cômodos, o que acaba afetando bastante a convivência. Em outros casos, as mães precisam trabalhar remotamente e não conseguem conciliar as tarefas pessoais e profissionais. Por fim, há também os pais que ainda precisam sair para trabalhar e não têm com quem deixar os pequenos.

E nem pense em deixar as crianças com os avós, pois como os mais velhos estão no grupo de risco não é recomendado que tenham muito contato com outras pessoas, principalmente as crianças, que às vezes podem acabar se descuidando um pouco.

Crie uma rotina

Um dos pontos mais importantes quando o assunto é como lidar com as crianças na quarentena é, além de estabelecer a sua rotina, criar uma para as crianças também. Dessa forma você irá introduzir na cabeça delas que cada atividade deverá acontecer em uma sequência de horários. Isso ajudará a organizar o seu dia e manterá a criança ocupada nos momentos em que você precisar focar no trabalho ou alguma outra atividade.

Faça as crianças entenderem que a quarentena não é férias e que além das atividades escolares que deverão ser feitas dentro do prazo, também existirão algumas regras e horários a serem cumpridos.

Cuide da sua saúde mental

Mas para cuidar bem dos outros primeiro é preciso estar em dia com a sua saúde mental.

A quarentena tem sido um desafio para muitas famílias e adaptação não é tão simples como parece, portanto, para lidar com todas as mudanças sem surtar é preciso tirar um tempinho para cuidar de si.

Caso sinta que seus níveis de ansiedade e estresse estão muito altos, prejudicando seu bem-estar e a convivência com a família, procure um psicólogo para ajudar nesse momento. Com o isolamento social, muitos profissionais estão atendendo virtualmente que tornam as sessões até mais acessíveis.

 

Enquete

Vale a pena retomar o ano letivo ainda em 2020?





VOTAR PARCIAL