Por: ÁreaVip
07/04/2020 - 14:09:43

Em quarentena, sertaneja Marília Mendonça revela perigo envolvendo o filho, Leo

Também cedendo as orientações concedidas pelos órgãos de saúde, a cantora sertaneja Marília Mendonça está em quarentena, e claro, tomando os maiores cuidados possíveis na tentativa de garantir o bem-estar e a saúde da sua família, principalmente do filho recém-nascido, Leo.

Fruto do seu relacionamento com o namorado, o sertanejo Murilo Huff, o primogênito é a atual prioridade do casal, que está em isolamento social. Sempre interativa e ‘gente como a gente’, a música e compositora recorreu nas redes sociais mais uma vez, e no final da noite desta última segunda-feira (6), surpreendeu ao ter compartilhado de um verdadeiro desabafo acerca da sua relação com a vizinhança, por meio da sua conta oficial do Twitter.

Vivendo em um condomínio luxuoso em Goiânia, Marília Mendonça desabafou, e reclamou que alguns moradores da região não estão respeitando as exigências feitas para garantir a boa convivência e prevenção do Covid-19, visto que estão fazendo barulhos constantes em frente ao seu imóvel.

“Você não estar respeitando a quarentena é uma coisa, agora vir gritar na porta da minha casa depois de eu ter feito o Léo dormir é perigoso (risos). O Sindicato das Mães não recomenda tal atitude”, disparou, sem papas na língua, sendo apoiada pelos seus admiradores, que entraram em concordância com o desabafo dado pela mesma, que brincou com a situação, logo em seguida: “Acho que pra uma galera, morar no mesmo condomínio é tipo morar na mesma casa?”, escreveu.

Em tempos de coronavírus, a loira mais amada do sertanejo anunciou nas suas redes socais de que irá, enfim, fazer uma live cantando seus grandes sucessos. No vídeo ela aparece sentada em um sofá e se ouve várias vozes questionando se teria a transmissão. A sertaneja relembra o bordão do seriado ‘Chaves’ e manda os fãs anotarem a data que ela irá se apresentar: próxima quarta-feira, dia 8 de abril.


Enquete

Você confia na decisão do presidente Bolsonaro sobre liberação da cloroquina no tratamento da Covid-19?




VOTAR PARCIAL