Por: g1 BA
08/02/2024 - 16:08:46

O influenciador digital baiano Iuri Sheik vai a júri popular pela morte do empresário William Oliveira, em 2019. A decisão foi confirmada na segunda-feira (5) pela Justiça, mas ainda não há data para o julgamento.

O crime aconteceu durante o São João e Iuri chegou a ficar preso no Completo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, entre 2019 e 2020. Ele foi solto após a Justiça conceder o habeas corpus e, desde então, aguarda o julgamento em liberdade.

Em outubro de 2022, a Justiça já havia decido pelo júri popular, mas os advogados de Iuri recorreram da decisão. Na segunda-feira, a Justiça confirmou que a solicitação foi negada pelo desembargador e relator do processo, Eserval Rocha.

Na decisão, o desembargador afirmou que não foram identificados indícios de legítima defesa por parte do influenciador digital e, por isso, ele deve ir a julgamento popular.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) defende que Iuri Sheik matou o empresário William Oliveira por motivo fútil: um desentendimento em uma festa.

Relembre o crime

Em junho de 2019, Iuri Sheik curtia os festejos de São João na cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano. O empresário William Oliveira, que era ex-sócio da banda Black Style, também estava na cidade e os dois se encontraram em uma festa estilo paredão.

A informação inicial apontada pela defesa de Iuri foi de que o crime foi motivado por uma briga de trânsito. Porém, ao longo das investigações, foi constatado que o homicídio ocorreu após William negar um aperto de mão de Iuri.

Após a negativa do empresário, o influenciador foi até o próprio carro, pegou uma arma de fogo e disparou duas vezes contra a vítima. Na ocasião, a polícia informou que ficou ciente de que Iuri saiu em alta velocidade após os disparos contra o empresário.

William foi levado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, passou por cirurgia, mas morreu dois dias depois do crime.

O empresário deixou uma esposa e três filhas: uma de 13 anos, outra de 11 e a mais nova de apenas 40 dias de vida.

Um mandado de prisão preventiva foi expedido contra Iuri Sheik e ele se apresentou à polícia três dias depois do crime.

Foto: Divulgação

 

Enquete

Itapebi: 2024 é ano de eleição municipal. Você votará para reeleger atual prefeito ou eleger outro (a) candidato (a)?




VOTAR PARCIAL