Por: Redação, com BN
14/09/2021 - 07:39:16

O compositor brasileiro Toninho Geraes, da canção “Mulheres”, pretende entrar com uma ação judicial de plágio contra a cantora britânica Adele e Greg Kurstin, coautor da canção e produtor. Toninho afirma que os artistas estrangeiros teriam plagiado a canção popularizada por Martinho da Vila na faixa “Million Years Ago”, do disco “25”.

Segundo a revista Veja, duas notificações extrajudiciais foram enviadas em maio a Adele, greg, à gravadora XL Recordings/Beggars Group e ao grupo Sony Music. No documento, os advogados de Geraes sustentam que, além da linha melódica, a artista e seu parceiro “se apropriaram das primeiras notas de introdução” e as reproduziram no início, refrão e final de Million Years Ago.

“Fiquei estarrecido quando me dei conta. A melodia e a harmonia são iguais. É uma cópia escancarada”, revolta-se o compositor.

O produtor musical norte-americano Greg Kurstin deu mais motivos que levam a crer que a música foi plagiada. Em registros antigos de Greg resgatados pelo jornal 'Extra', o norte-americano mostra uma certa relação com a música brasileira e sua paixão por samba.

Kurstin já compartilhou registros de Gal Costa, foto de Naná Vasconcelos e um vídeo da música 'Coração Vulgar', samba interpretado por Paulinho da Viola e Maria Bethânia.

Em seu perfil no Spotify, Greg conta que estudou música brasileira após o colegial, em Nova York, e se apaixonou pelo berimbau. O texto ainda diz também que a paixão "influenciou grande parte do ecletismo que definiu sua carreira".

Fotos: odia.ig.com.br/revistaforum.com


Enquete

Qual seu grau de confiança em Bolsonaro após novas polêmicas?





VOTAR PARCIAL