Por: Pimenta Blog
18/02/2020 - 10:24:02

Entrar para uma universidade no Brasil é um sonho que parece distante para milhões de estudantes de baixo poder aquisitivo. Muitas vezes, a qualidade do ensino público, aliada a fatores como falta da incentivo dos pais e escassez de dinheiro até para pagar uma passagem, cria uma enorme barreira para o acesso a um bom curso no ensino superior. Mas, no sul da Bahia, mais de 400 estudantes do ensino médio conseguiram provar que é possível superar os obstáculos. A história de muitos deles será tema de uma série de reportagens exclusivas que o blog Pimenta publica a partir desta semana.

Muitos dos futuros universitários estudaram sempre em escolas públicas em bairros periféricos de suas cidades e apostaram na educação como ferramenta de transformação social. Na lista dos que conseguiram pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingresso no ensino superior neste ano estão filhos de donas de casas, porteiro, dona de bar, desempregados, motorista de ônibus, trabalhador rural, faxineira, pedreiros, servidores públicos,  comerciantes, dentre outros profissionais.

Na região do Núcleo Regional de Educação do Sul da Bahia (NRE-05), que abrange 26 municípios, pelo menos cinco escolas se destacaram pelo número de estudantes que obtiveram notas para ingresso em diversos cursos de graduação, via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Universidade Federal da Bahia (UFBA), além de instituições de outros estados.

No topo da lista de escolas com maior número de aprovados em Itabuna estão o Colégio da Polícia Militar de Itabuna, Colégio Universitário e Complexo Integrado de Educação de Itabuna, Colégio Estadual Félix Mendonça, Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães e Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf). Juntas, essas unidades tiveram cerca de 130 alunos aprovados para as mais diferentes áreas.A expectativa é que, pelo menos 80, estudantes ainda sejam chamados nas próximas listas.

A maioria dos jovens foi aprovada para a Uesc. Os estudantes vão começar 2020 em cursos de graduação como Administração, Agronomia, Matemática, Engenharia de Produção, Direito, Letras, Medicina, Ciência da Computação, História, Matemática, Biologia, Pedagogia, Comunicação Social e Química.


Enquete

Preso, Queiroz pode ruir o governo Bolsonaro?




VOTAR PARCIAL