Por: Redação / atlanticanews
18/11/2020 - 23:25:54

Desde o mês de outubro, sites que anteciparam o evento promocional da Black Friday estão sendo fiscalizados pela Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA), órgão vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS). Nesta terça-feira (17), o órgão deu início às fiscalizações nos grandes centros comerciais, como shoppings, além de comércios de rua.

Em Salvador, durante a operação iniciada no Salvador Shopping, em 18 locais fiscalizados, foram identificadas infrações em quatro estabelecimentos, como por exemplo a exposição de produtos sem preço em vitrine interna, externa e dentro da loja.

“Esse tipo de infração gera processos administrativos para as empresas e caso não seja corrigido, pode gerar multa. Nós já vínhamos fiscalizando desde outubro os sites, pois muitas lojas anteciparam a Black Friday e nós acompanhamos. Averiguamos algumas regras que o comércio eletrônico exige, como número do CNPJ, e nas lojas físicas vamos avaliar questões básicas como preço e venda casada, por exemplo”, destacou Iratan Vilas Boas, diretor de fiscalização do Procon-BA.

As fiscalizações acontecem até o dia da realização da Black Friday, na próxima sexta-feira (27).


Enquete

Você pretende se vacinar quando for o momento do público ao qual pertence?




VOTAR PARCIAL