Por: Redação ge
09/02/2021 - 23:27:14

 Confira a relação das dez escuderias que disputam o campeonato com início dia 28 de março, no Barein; veja também uma análise das duplas que formam o grid da categoria

Com o anúncio da renovação de contrato de Lewis Hamilton com a Mercedes, está oficialmente fechado o grid com os 20 pilotos e dez equipes da temporada 2021 da Fórmula 1. Dos dez times, apenas três, Mercedes, Alfa Romeo e Williams, continuam com as mesmas duplas de pilotos do campeonato passado.

Em relação aos demais times, seis trocaram um de seus pilotos, e um, a Haas, trocou toda a dupla. Dos pilotos de 2020, quatro deixaram a F1: Alexander Albon, Daniil Kvyat, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, enquanto três vão estrear, Yuki Tsunoda, Mick Schumacher e Nikita Mazepin, e um volta ao grid, o bicampeão mundial Fernando Alonso.

 

Veja o grid completo da Fórmula 1 2021

EQUIPES E PILOTOS DA FÓRMULA 1 2021

 

MERCEDES LEWIS HAMILTON (INGLATERRA) VALTTERI BOTTAS (FINLÂNDIA)

RBR-HONDA MAX VERSTAPPEN (HOLANDA) SERGIO PÉREZ (MÉXICO)

MCLAREN-MERCEDES LANDO NORRIS (INGLATERRA) DANIEL RICCIARDO (AUSTRÁLIA)

ASTON MARTIN-MERCEDES LANCE STROLL (CANADÁ) SEBASTIAN VETTEL (ALEMANHA)

ALPINE-RENAULT FERNANDO ALONSO (ESPANHA) ESTEBAN OCON (FRANÇA)

FERRARI CHARLES LECLERC (MÔNACO) CARLOS SAINZ JR. (ESPANHA)

ALPHATAURI-HONDA PIERRE GASLY (FRANÇA) YUKI TSUNODA (JAPÃO)

ALFA ROMEO-FERRARI KIMI RAIKKONEN (FINLÂNDIA) ANTONIO GIOVINAZZI (ITÁLIA)

HAAS-FERRARI MICK SCHUMACHER (ALEMANHA) NIKITA MAZEPIN (RÚSSIA)

WILLIAMS-MERCEDES GEORGE RUSSELL (INGLATERRA) NICHOLAS LATIFI (CANADÁ)

 

Confira uma análise equipe a equipe

Mercedes

Mercedes 2021 

 

A atual heptacampeã de construtores apostou na continuidade. Depois de uma novela, Lewis Hamilton renovou contrato por apenas um ano, o mesmo do criticado Valtteri Bottas. Será a quinta temporada consecutiva da escuderia com os mesmos pilotos. A equipe segue como favorita absoluta a mais um título

 

RBR-Honda

RBR 2021  

 

A RBR decidiu investir num piloto experiente para marcar mais pontos depois da fracassada temporada de Alexander Albon: após seu melhor ano na F1, com direito a uma vitória no GP de Sakhir, o mexicano Sergio Pérez será o companheiro do intocável Max Verstappen. A equipe terminou 2020 vencendo de forma contundente em Abu Dhabi e, no último ano da Honda, espera, enfim, desafiar a Mercedes.

 

McLaren-Mercedes

McLaren 2021 

 

Após sua melhor temporada desde 2012, com o terceiro lugar no Mundial de Construtores, a McLaren voltará a ter motores Mercedes, o que é garantia de bom desempenho. Em relação aos pilotos, manterá o promissor Lando Norris, que corre pela equipe desde 2019, e promoverá a estreia do experiente e respeitado Daniel Ricciardo.

 

Aston Martin-Mercedes

Aston Martin 2021 

 

A ex-Racing Point do empresário canadense Lawrence Stroll apostou as fichas na contratação do tetracampeão Sebastian Vettel, que tenta se recuperar após uma fraquíssima temporada pela Ferrari. O outro piloto, claro, é Lance Stroll, que, apesar de subir duas vezes ao pódio e cravar uma pole, deixou a desejar no duelo interno com Sergio Pérez.

 

Alpine-Renault

Alpine 2021 

 

Para suprir a saída de Daniel Ricciardo, a Alpine (ex-Renault) terá o retorno do bicampeão mundial Fernando Alonso. Apesar da qualidade indiscutível do espanhol, ainda restam dúvidas sobre seu desempenho após duas temporadas fora, sem contar que ele fará 40 anos em 2021. Fará dupla com Alonso o francês Esteban Ocon, que permanece após um ano de altos e baixos.

 

Ferrari

Ferrari 2021 

 

Para se recuperar da sua pior temporada desde 1980, a Ferrari resolveu mexer na dupla de pilotos. Sebastian Vettel não teve o contrato renovado, e o espanhol Carlos Sainz Jr. foi convocado. Mas hoje na Ferrari o investimento é claramente em Charles Leclerc, que se firmou como a esperança ferrarista de acabar com um jejum de títulos que vem desde 2007. Vai depender, claro, da melhora do motor.

 

AlphaTauri-Honda

Alpha Tauri 2021 

 

A AlphaTauri vem de temporada bastante razoável em 2020, com uma vitória de Pierre Gasly, mantido para mais um ano. Para o lugar do inconstante Daniil Kvyat, a equipe contratou o estreante Yuki Tsunoda, que, protegido pela Honda, fez ótimo campeonato na F2. Resta saber se o japonês mostrará serviço para ficar em 2022, já que a Honda vai deixar a F1 e não terá como segurá-lo se preciso.

 

Alfa Romeo-Ferrari

Alfa Romeo 2021 

 

A Alfa Romeo é a segunda equipe que manteve sua dupla de pilotos. Completando 20 anos de sua estreia na F1, Kimi Raikkonen foi mantido e ainda é capaz de entregar bom desempenho. Surpreendeu, no entanto, a permanência de Antonio Giovinazzi, que até agora não fez nada demais na F1. A equipe dependerá do progresso do motor Ferrari para lutar por bons resultados.

 

Haas-Ferrari

Haas 2021

 

A Haas foi a única equipe do grid a trocar seus dois pilotos em relação a 2020: Kevin Magnussen e Romain Grosjean foram dispensados. O time correu atrás da grana levada pelo polêmico Nikita Mazepin, acusado recentemente de assédio sexual, e promoverá a estreia do badalado Mick Schumacher, campeão da Fórmula 2 em 2020 e filho do heptacampeão Michael Schumacher. É outra equipe que dependerá do motor Ferrari para melhorar.

 

Williams-Mercedes

Williams 2021 

 

Após estender sua parceria técnica com a Mercedes, a Williams tende a crescer e brigar para pontuar, o que não acontece desde 2019. O prestigiado George Russell, que quase venceu o GP de Sakhir ao substituir Lewis Hamilton na Mercedes, segue como titular ao lado de Nicholas Latifi, que não apresentou bom desempenho em seu ano de estreia.

 


Enquete

De quem é a culpa do aumento do combustível?




VOTAR PARCIAL